Artigos

GRAVIDEZ E PELE

Durante a gravidez, ocorrem mudanças importantes no organismo, e conseqüentemente na pele.

 

Nessa fase, dentre outras coisas há um aumento global da pigmentação cutânea, notadamente escurecimento das aréolas mamárias, línea Alba(medianamente no abdome)e, áreas expostas, principalmente em face (melasma).

 

A pele do corpo, principalmente quadris e abdome, sofrem aumento de volume considerável, podendo ocorrer as temidas estrias. Hoje sabemos que algumas mulheres e alguns fatores ainda obscuros em determinadas gestações favorecem sua instalação. O aumento acelerado do peso, bem como stress, podem aumentar o risco pelo aumento do cortisol endógeno. Prurido pode ocorrer principalmente por compressão do fígado pelo útero.

 

Com o aumento do volume sanguíneo, podem ocorrer varizes, hemorróidas, inchaço nas pernas.

 

O aumento de peso pode aumentar rachaduras nos pés, encravamento de unhas.

 

Assim, gravidez não é doença, mas a mulher pode ter vários sintomas e sinais que antes não tinha, inclusive labilidade emocional.

 

Os cuidados devem ser gerais (muito bem explicados pelo ginecologista que a acompanha). Quanto à pele devemos ressaltar ainda mais o uso contínuo de filtro solar, hidratação da pele do corpo bem como dos pés que, além de evitar rachaduras, diminuem o prurido e estudos indicam que diminuem o aparecimento das estrias. O uso de despigmentantes é restrito, e deve ser monitorado por um Dermatologista. Muitos produtos de uso para esse fim são proibidos e somente um profissional médico pode receitar o que é indicado.

 

Outros cosméticos como tinturas de cabelo, descolorantes permanentes ou mesmo escovas duradouras, devem ser evitados.

 

Cuidado com sapatos, que devem ser confortáveis, bem como não muito altos pois estes aumentam o risco de entorces de tornozelo.

 

Lembre-se que voce está trazendo uma nova vida ao mundo e voce deverá estar bem e em paz para que isso se faça de uma forma completa, total.

 

Um abraço...

 

Dra. Ana Maria Delli Agostinho Bertoni